terça-feira, 30 de junho de 2009

Lençóis

Em lençóis de cetim
te envolvi,
como um casulo,
esperando
que ficasses cativa
até que a metamorfose
ocorresse.
Esperei o teu despertar
em uma linda borboleta.
Todo os dias olhava-te
imaginando o quão bela serias.
Perdi tua transformação.
A metamorfose não ocorreu.
Acho que para mim
sempre serás lagarta
Sem capacidade
de metamorfosear.
Ou eu para ti
nunca serei capaz
de observar o quão bonita
pode ser uma lagarta.

Nenhum comentário: