terça-feira, 30 de junho de 2009

Não posso

Não posso voltar
onde nunca estive.

Não poso viver
o que nunca vivi.

Não posso perder
o que nunca tive.

Não posso chorar
o que nunca perdi.

Não posso falar
Do que nunca vi.

Não posso amar
um sonho,
que é só meu.

Nenhum comentário: