terça-feira, 30 de junho de 2009

Deixa-me

Deixa-me,
só mais uma vez,
Passear com minhas mãos
pelo teu corpo,
sentir a maciez da pele tua.
Deixa-me,
mais uma vez,
sentir o quanto de mel
tem os beijos teus.
Deixa-me,
Só desta vez,
Sentir o peso de teu corpo
sobre o meu,
tentando fazer
com ele entre
pela carne adentro
e nos junte
em uma só pessoa.
Deixa,
só mais uma vez.

Nenhum comentário: