quinta-feira, 11 de junho de 2009

Amnésia

Meus olhos brilham,
os seus olhos,
para todos vejam
qual a razão da minha paixão.
E é muito bom,
me deixa ficar em seus olhos.
Vem, bem.
Bem.... vem....
Vem com tua voz doce e suave
me falar de amor.
Faz-me esquecer
que um dia fui triste,
e das dores que carrego.
Apaga de mim
quem eu sou.
Do encontro nosso,
um novo caminho se fez,
e ele pode ser bonito.
Faz-me sentir
como se nascesse outra vez.
Leva minha tristeza embora,
não posso mais viver com ela
e sem você.
Sonho,
sem dormir,
com você chegando
das portas do paraíso,
onde não posso entrar.
Vem, anjo,
acalanta minha alma,
sossega meu ser.

Nenhum comentário: