sábado, 21 de março de 2009

Viva

Exercite sua adolescência.
Não a deixe morrer.
Seja um pouco inconseqüente.
Seja criança.
Role no chão.
Ria, sorria, gargalhe de vez em quando.
Tome um sorvete a tarde,
Escondido do seu médico.
Coma um brigadeiro,
Se lambuze de chocolate.
Pise na grama.
Vá ver um pôr-do-sol,
A beira da praia.
Pareça ridículo.
Seja bobo,
Deixem pensarem que você é bobo.
Vá ao zoológico,
E a um circo também.
Chore com uma propaganda
ou um filme bem melado.
Se emocione.
Não deixe seu coração empedrecer de vez.
Sente no chão com seu filho,
ou filha,
ou sobrinhos,
ou o filho do vizinho.
Tenha contato com crianças.
Sonhe o que quiser,
se não acontecer
pelo menos você viveu-os
nos seus sonhos.
A vida e muito curta para tantos planos.
Eu já fiz vários e vários
e não vivi,
e nem os vivi tampouco.
A incompreensão sempre o acompanhará,
então faça dela sua companheira
nas suas mais absurdas loucuras.
De a mão a alguém que você goste muito
e saia passeando em uma tarde.
Viva!
Viva da maneira que você achar melhor,
afinal a vida é sua,
só sua
e ela é curta,
muito curta.

Nenhum comentário: