sábado, 21 de março de 2009

Se perguntarem

Se perguntarem como vivo,
O quê direi?
Direi que vivo sonhando,
como nunca sonhei.
Direi que vivo sozinho
sem ninguém.
Gostava de estar contigo,
mas fugiste de mim.
E perambulo no mundo
qual perfume de jasmim.
Sonho não volta,
não se chama.
Dizer nunca mais
é demais para mim.
Prefiro dizer até logo,
até breve,
até daqui a pouco.
Seguirei sempre te amando,
escondendo-me
em outros sentimentos.
Para quem ama, como te amo,
uma vida é muito pouco.
Então vem juntar a sua com a minha
e talvez, nossas vidas juntas,
possam viver este grande amor.

Nenhum comentário: