terça-feira, 10 de março de 2009

Meu corpo

Meu coração,
não quer mais pedir,
cansou de receber sobras
de quase tudo.
Meus olhos, vermelhos,
querem agora sorrir,
procuram um motivo
onde possam repousar
em total tranqüilidade.
Minha alma,
não quer mais brigar,
extenuou-se.
Minha cabeça,
só quer ficar em paz,
pensar só em coisas não ruins.
Meu corpo, agora,
pede sossego,
afinal já são tantos anos
de lutas, brigas.
Algumas conquistas
e algumas derrotas também.
Quero paz, viver em paz.
Se preciso for,
até sofrer um pouco,
pois é inevitável,
mas eu tentarei escolher
o motivo desta alguma dor.
Não estranhem
se minhas pernas levarem-me
por outros caminhos,
se meus braços acenarem
para outras pessoas.
Se meus lábios sorrirem
outros sorrisos.
Olhe meus olhos
e veja como eles estão.
Se estiverem bem
sorriam comigo.
Se não, ainda estarei
com minha alma chorando.

Nenhum comentário: