quinta-feira, 26 de março de 2009

Palavras

Não pense que tudo que escrevo
é direcionado a você.
Nem tudo é.
Não tente interpretar
as coisas escritas
como mensagens subliminares,
que contêm algo escondido,
e que só “alguém”
vai saber o seu significado.
Não, não é assim.
Minhas palavras saem,
fluem as vezes,
sem um destino definido.
As vezes este destino
aparece tempos depois dos escritos
e as palavras encaixam-se de maneira perfeita.
Não as leve tão a sério,
A vida já nos deixa sérios demais.
Interprete-as como simples palavras,
Saídas de uma mente sonhadora
e de um coração desatinado.
As minhas palavras são só palavras,
nada mais do que isto.

Um comentário:

Anônimo disse...

CONHECENDO VOCÊ UM POUQUINHO,NÃO CONSIGO ACREDITAR QUE SÃO SÓ PALAVRAS...