domingo, 1 de março de 2009

Ignorantes

Enquanto sofro,
alguns riem.
Enquanto choro,
outros debocham.
Enquanto soluço,
sou ignorado.
Enquanto sangro,
festejam e comemoram.
Enquanto morro,
aos poucos,
uns sentem-se penalizados
de mim.
Não me importo, sigo minha vida,
pois ela é só minha
e os sofrimentos são meus,
só meus.
Só eu tenho a felicidade de tê-los
e compartilhar com eles
toda minha dor e angústia,
todo meu sofrer de infelicidade.
Riam,
debochem,
ignorem,
festejem
e comemorem
toda sua santa ignorância,
pois só eu conheci o céu
e o inferno.

Nenhum comentário: