domingo, 9 de agosto de 2009

Recolhimento

A vida
mesmo cura
a perda
de um amor.
Te sigo
como o sol
segue
ao girassol.
Te beijo
como a flor
beija
o beija-flor.
Te recolho
como as areias
recolhem as ondas,
por mais violentas
que elas sejam,
te acolho
mansamente.

Nenhum comentário: