quinta-feira, 14 de agosto de 2008

É preciso

Preciso arrancar de meu corpo
a vontade constante de vê-la,
de sentir-me perto de você.
Preciso abafar em meu corpo
a vontade de beijá-la
e abraçá-la diariamente.
Preciso abortar de meu corpo
estes sentimentos doentios
de querer sempre algo que não tenho
e que não terei nunca.
Preciso destruir em meu corpo
as palavras que brotam
quando me vejo diante de ti.
É preciso acabar com meu corpo,
para que tudo isto possa também ser destruído.
Só não sei se conseguirei fazer o mesmo com minha alma.

Nenhum comentário: