terça-feira, 26 de agosto de 2008

De que adianta

De que adianta eu lhe oferecer uma lua cheia
Se você agradece, acha-a linda
e a deixa por ali para que uma nuvem venha a cobri-la.
De que me adianta tentar lhe ofertar todas as flores do mundo
se você acha maravilhoso,
sente os perfumes e as deixa ali para morrer.
De que adianta eu lhe trazer todas as estrelas existentes no céu.
se você não as guarda,
deixa-as ficarem brilhando
para que somente a outras pessoas encantem.
De que adianta eu lhe dar toda minha alma
se você só vai aprisioná-la.
De que adianta o tudo
se somente o nada vai resistir.
De que adianta. . .

Nenhum comentário: