segunda-feira, 4 de agosto de 2008

A Poesia e o Poeta

Não se é poeta porque se decide ser. A poesia acontece na vida de uma pessoa por razões que vão além da compreensão intelectual ou racional.
Num dado momento, não importa o tempo, ela surge com força incontrolável, a gente se pega escrevendo no primeiro papel que vê pela frente e o poeta acontece. É um momento especial, iluminado, raro, irresistível; a poesia se impõe e escolhe o canal de sua expressão.
Uma vez alguém me disse: “Podemos até perder o amor, mas jamais a poesia que ele inspirou”.
Conclui que o poeta é aquele que retém a inspiração de um momento transitório e a torna eterna.

Ana Vitória Vieira Monteiro (dramaturga, escritora, poetisa)

Nenhum comentário: