segunda-feira, 4 de agosto de 2008

O começo

No começo,
algo bem suave,
quase imperceptível.
Depois foi crescendo,
agigantando,
tomando todo meu ser,
ocupando todos os espaços,
um sentimento enlouquecido.
Daquelas coisas que não queremos largar
de maneira alguma.
E assim o tempo foi passando
e o sentimento enraizando.
Após algum tempo,
já fazes parte de mim,
de minha vida.
Sinto muitas saudades,
mas já tento me conformar
(o que é muito difícil).
Ontem a noite
dançamos até quase meia-noite,
a lua iluminava minha sala
e nós ficamos ali,
soltos,
totalmente soltos.
Foi ótimo,
há muito tempo não me sentia
como me senti ontem.
Solto, alegre, esperançoso, leve, livre.....

Nenhum comentário: