terça-feira, 12 de agosto de 2008

O meu amor, é meu.

O meu amor é só meu.
Pode ser imperfeito,
pode ser que não tenha jeito.
Tem muita paixão e nenhuma razão.
Ele se divide.
Ele não tem limite.
Mas é meu.
É só meu,
o meu amor.

Nenhum comentário: