terça-feira, 13 de maio de 2014

Sonho distante




És como uma Helena,
que tem formas triunfantes.
És a imagem serena,
e uma saudade distante.

És a beleza em flor,
que minha alma conduz.
És coberta de amor,
mais que fonte de luz.

És poesia plena,
com rimas inseparáveis.
És o desejo que reina,
em mundo incomparáveis.

És o doce do mel,
e o ouro que nos conforta.
És um misterioso véu,
escondido por linhas tortas.

És uma fonte de graça,
a sete chaves guardada.
És a menina que passa,
brincando como uma fada.

És desejo constante,
E que nunca poderei ter.
És um sonho distante,
Que nunca vou esquecer.

Nenhum comentário: