segunda-feira, 26 de maio de 2014

Menina inquieta

  

Conheci uma menina,
Que adorava viajar.
Esta era a sua sina,
E nada a faria mudar.

Ia sempre aos quatro cantos,
Procurando conhecer.
Do mundo os seus encantos,
E aumentar o seu saber.

Parecia passarinho,
Que gostava de migrar.
Deixava sempre o seu ninho,
Para logo querer voltar.

E foi eterno meu encanto,
que nem dava para explicar.
A menina as asas botando,
para novo voo alçar.

Fazer o que além de olhar,
Não posso prender a menina.
É melhor a deixar voar,
E cumprir a sua sina.

Menina danada,
que insiste em viajar.
Minha alma fica abandonada,
Até você voltar.


3 comentários:

Menina Danada disse...

Eita que essa Menina é um caso sério...
Mas tem nada não, ela gosta muito de ir, mas no fundo prefere sempre voltar

brisonmattos disse...

rs. Agora que vi que vc postou. Que gracinha!

brisonmattos disse...

rs. Agora que vi que vc postou. Que gracinha!