sexta-feira, 2 de maio de 2014

Publicações






Todo dia algo novo,
Publicado para  ler.
Até lê um outro povo,
Mas é somente para você.

Procura alegrar o dia,
Ou trazer uma tristeza.
Lembranças não vazias,
Cacos, restos de beleza.

Algumas são carregadas,
De fortes emoções.
Outras são colocadas,
Como flores no coração.

Mas todas tem um sentido,
Te fazer acreditar.
O que na vida foi vivido,
Nunca mais vai se acabar.

Esperando não fazer chorar,
nem uma lágrima escondida.
Os escritos são para guardar,
Assim como se guarda a vida.

E haja sentimento,
Que me faça escrever.
Que não finde o momento,
Senão  eu mesmo vou morrer.

2 comentários:

Rosa Azul disse...

Morre não, faça o favor!

Seus escritos são bálsamo pra minha alma,

mas você bem sabe que eu só gosto daqueles que falam de amor e felicidade,

Combinado?

brisonmattos disse...

Concordo com a Rosa azul.Por que não falar só de amor e felicidade?