sábado, 29 de setembro de 2012

Distancias




As ilusões são necessárias,
Para uma vida mais feliz..
Quem diz que elas são temerárias,
Não está sabendo o que diz.

Ilusões levam ao sonhos,
E sonhos levam a voar.
Saímos do mundo medonho,
E passamos a  fantasiar.

Nas fantasias vêem desejos,
Que nos impulsionam a amar.
Mesmo em pequenos lampejos,
O melhor é o se entregar.

Aprendi a muito amar,
Mesmo de forma oculta.
A distancia a separar,
mas a mente a encurta.

E os encontros furtivos,
Nos obscuros cantos da mente.
Serão sempre momentos festivos,
Mesmo em encontros latentes.

A distancia não afasta,
O que o coração deseja.
Na memória não apaga,
Aquilo que não mais se beija.

2 comentários:

Aninha disse...

Inspirador...lindo e realista Seus poemas despertam nas pessoas o que elas tem de melhor dentro delas...Parabéns!!!

brisonmattos disse...

Nem tanto Aninha...nem sempre.Bom dia