terça-feira, 5 de maio de 2009

Timidez

Não me coroes com rosas e encanto,
Também não mereço os louros da vitória,
Nada sou, além de um ser simples
Que só retribui o que lhe é oferecido.
Não sou, nada além de um homem
Que sonha com um mundo diferente
Um mundo em que o coração
sempre falará mais alto
do que o braço armado
da razão.
Sou o que sou,
E nada mais.
Nada além de simplicidade
De amor, de paixão,
Um eterno sonhador,
Tímido, que sonha seus sonhos baixinho,
Para ninguém incomodar,
Só sonha.

Nenhum comentário: