sábado, 30 de maio de 2009

Fantasmas

Os meus fantasmas
me perseguem,
me incomodam.
A noite me assombram,
a tarde só fazem minha angustia aumentar,
é uma sensação indefinível,
mas não tento me matar,
hoje não,
deixo para amanhã,
pela manhã,
matar as assombrações minhas.
Minhas cortinas,
transparentes,
tentam esconder o que sinto,
o óbvio,
e tudo revelam,
a todos.
E com estas aparições escondidas,
camufladas dentro de meu olhar radiante
só de pensar em você,
vou andando ,
junto com meus fantasmas.

Nenhum comentário: