terça-feira, 5 de maio de 2009

Estátua

Sou estátua cinzelada
no mais puro mármore,
vindo de Carrara.
Alva é minha cor,
Divinas são minhas formas.
Corpo sublime,
redesenhado pela mão do escultor maior,
mas estou mutilado.
Sem meus pés
não posso te seguir.
Sem minhas mãos
não consigo te tocar.
Sem meus braços
nunca irei te enlaçar.
Minha boca foi esculpida fechada
e nada mais posso te falar.
Só meus olhos,
brancos e quase cegos
ainda podem te ver.

Nenhum comentário: