domingo, 10 de maio de 2009

Não

Não tente entender
o que não tem entendimento,
é sentimento,
é momento,
é tormento.

Não tente explicar
o que é inexplicável,
Inapelável,
Inigualável,
Incontestável.

Não procure saber
O que não tem cura,
Sabor de fruta madura,
Amor que perdura,
que tortura.

Não tente se esquivar
De amar,
sonhar,
imaginar
fantasiar.

Não entenda.
Não explique.
Não saiba.
Não se esquive.
Viva tudo isto.

Nenhum comentário: