sexta-feira, 15 de maio de 2009

Leve

Quero deixar-te,
desprender-me de teu corpo,
que hora me aprisiona.
Quero ser leve
e ser levado pela brisa,
feito folha seca caída da árvore.
Quero deixar para trás
todo o peso que tenho sobre mim,
sobre nós.
Quero tudo e nada
ao mesmo tempo.
Quero tudo
quando te desejo,
cada vez mais,
mais forte,
mais ardente.
Quero nada
quando só sossego desejo,
só paz
e tranqüilidade
ao teu lado,
para todo o restante
de nossas vidas.

Nenhum comentário: