segunda-feira, 6 de abril de 2009

Meu Amor

Já cansei de ver
O meu amor
se arrastando pelo tempo,
meio perdido,
meio achado.
Achando que agora é a hora
E depois vendo que esta hora
foi perdida.
Só quero ter o prazer do amor,
Mas de um amor de entrega mesmo
De divisão, de cumplicidades,
E não um amor de divisão de sobras.
Assim desejo, só isto,
Não é muito.
Sei que um dia ele virá
e trará junto de si uma felicidade enorme,
ou várias menores que serão distribuídas
entre nós dois.
Um dia ele ainda há de vir
e então quem sabe,
desta vez,
seja para a vida inteira.

Nenhum comentário: