quarta-feira, 22 de abril de 2009

Batimentos

O coração,
que hoje bate neste peito,
bate unicamente por ti.
Outrora batera por outras,
que o ignoraram.
Hoje cativo e satisfeito
bate por ti
e clama
pelos batimentos perdidos.
Quando chegar enfim
a hora do repouso final,
que seja muito distante ainda,
quero te dizer
que todo meu amor
por ti
ainda foi pouco,
pelas alegrias que me deste,
pelos prazeres que me levaste,
pelos caminhos percorridos
ao lado de você,
minha mulher querida.

Nenhum comentário: