sexta-feira, 17 de abril de 2009

Leve

Só de ter
uma leve esperança na vida
de te encontrar um dia,
disfarça todas as angústias sofridas,
todas as ânsias perdidas,
todas as lágrimas caídas.
O eterno sonho
é o que me move,
é o que leva minha alma menina,
a correr pelos cantos da vida.
A bisbilhotar, lá e cá,
onde você está.
Um dia hei de te encontrar
e correremos juntos,
de mãos dadas,
alcançando o que tanto buscamos.
Cantaremos então
nossos cantos de amor
tão fortemente
que ensurdeceremos
quem a nossa volta estiver.
Quero o meu amor
risonho, descuidado,
sem mais, nem menos,
só meu amor,
vivendo sem desejos,
sem cobranças,
sem nada,
pois só ele se completa,
o meu amor.

Nenhum comentário: