sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Minhas Emoções

Minhas emoções são intensas,
e raras,
e quando elas surgem eu não as tolho,
pelo contrário eu as alimento
com mil sonhos,
mil loucuras,
mil fantasias,
pois sei que serão breves,
terão vida muito curta.
Com elas tenho vontade
de jogar um beijo soprado,
pisar descalço na grama molhada,
rolar no chão de tanto rir.
Tenho vontade de,
quando te vejo,
correr sorrindo para você
de braços abertos,
dar-lhe um abraço intenso,
um beijo cálido
e postar aos seus pés
admirando seu falar doce,
falando das coisas simples do dia-a-dia.
Tenho vontade de sempre te dar um Bom dia!
Sorrir para você e saber como você está.
Tenho a necessidade de viver estas coisas simples.
Minhas emoções são efêmeras
e as procuro viver intensamente
e nestas intensidades,
destas intensidades,
é que me perco
de minhas emoções.

Nenhum comentário: