terça-feira, 11 de novembro de 2008

Coincidências

As vezes na vida nossa acontecem coincidências,
umas muito boas que nos remetem a loucas aventuras,
a vôos fantásticos, a sonhos lindos.
Outras nos lançam de forma violenta e repentina
no mais profundo breu.
Estas, últimas, deixam marcas indeléveis em nossas almas.
Com estas temos de aprender a conviver.
Uma decepção, uma frustração, uma espera de algo que não virá
ou então a realidade de um sonho não realizado.
Só que os sonhos são só meus e sendo meus não posso pedir
que outros participem deles, só eu tenho que tê-los, e a sós.
Se houver mágoa, não a guarde.
Se houver frustração, jogue-a fora.
Se houver decepção, busque o que de bom ocorreu.
Mas nunca, nunca mesmo divida isto com ninguém.
O acaso não existe, coincidências acontecem, e coincidências voltarão a acontecer, sempre.

A maior besteira do mundo é tentar prender um sonho só contigo.

Nenhum comentário: