sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Choro

Ouvi meu coração chorar
e foi o choro mais profundo
que já ouvi.
As emoções que eu tento passar,
as atitudes que me fazem escrever,
ninguém pode dar as minhas palavras
a força que eu quero transmitir
nem eu mesmo consigo.
Não gosto de pegar novas estradas,
de fazer novas viagens,
gosto de ficar onde estou
e com o que tenho.
Eu não vou a lugar nenhum,
eu vou ficar, eu quero ficar,
eu preciso ficar,
mas isto não depende de mim,
não está em minhas mãos.
Os maus ventos sempre sopram,
de vez em quando,
e levantam uma poeira já assentada,
tentando trazer de volta os maus momentos.
Mas o sol do amor
que tenho guardado em mim, dissipa-os
da maneira mais rápida possível
é só ter paciência
e agüentar o choro de meu coração.

Nenhum comentário: