sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Não importa



Não importa o quanto estejas longe
Ou me ignore.
Não importa se não se vai na fonte
Ou te apavore.

Não importa se não me ouves mais
Ou estás ao lado.
Não importa se não ficou para trás
Ou se é do passado.

Não importa se não vais mais me beijar
Ou nem abrace.
Não importa se o tempo é de sonhar
Ou ele nem passe.

Não importa se a viagem é longa
Ou esmorece.
Não importa se me confrontas
Ou me esquece.

Não importa o que foi dito
Ou a revolta.
Não importa nada disso
Ou  tudo a volta.

Não importa o que eu sinto
Ou não esqueço.
Não importa o labirinto
Ou como eu  vejo.

Continuarei a te amar,
Como nunca, como sempre.
Continuarei a te sonhar,
Escondida em minha mente.

Música de sexta-feira:










Um comentário:

brisonmattos disse...

tudo que é intenso demais consome tanto que acaba.
Só espero que não acabe nunca sua inspiração para viver.