domingo, 27 de julho de 2014

No teu corpo


O teu corpo delicado,
a magia do teu beijo.
Faz de mim um amado,
e uma fonte de desejo.

Com sedução e carinho,
me trouxeste até você.
Mudaste todo meu caminho,
sem eu mesmo perceber.

E de nada me arrependo,
nem mesmo desta saudade.
Eu até a compreendo,
como fonte de maldade.

Para poder me mostrar,
o que é o amor eterno.
Para no peito guardar,
e que o errado é o certo.

E no teu corpo passeio,
com minhas mãos delicadas.
Como são pontes de anseio,
a elas deixo guardadas.

Levando na minha lembrança,
tudo de bom que me deu.
No teu corpo coração descansa,
sem pensar no que perdeu.




Nenhum comentário: