sábado, 19 de setembro de 2009

Renovação

A chama
que arde em meu peito,
gela todo o meu ser.
Há festa no funeral.
Os doces estão amargos.
As flores não possuem perfume mais.
Hoje só três coisas nos sustentam,
nossos medos,
nossas angústias
e a nossa solidão.
As razões estão livres,
e os sonhos presos,
as asas estão podadas.
Nos pés,
grossas correntes
nos fazem andar devagar.
A cada novo passo
um novo desafio
tem de ser enfrentado,
Novas forças
tem de ser buscadas,
para que possamos continuar
a andar.
Renovemos, nossas forças.
Removamos, nossas correntes.
Balancemos nossas asas
para que elas possam novamente
se fortalecer e consigamos
alçar novos vôos.

2 comentários:

Ava disse...

Asas cansadas e pés pesados...

Assim me sinto as vezes...

Querido, não é fácil renovar sempre...

Em alguns momentos vem a vontade de parar tudo...



Não é um bom pensamento para sábado!rs


Beijos mil!

Wanderley Elian Lima disse...

Amigo Older, sejamos Fênix a cada dia.
Abração