domingo, 20 de setembro de 2009

Saudades




Me bateu uma tristeza,
agora a noite,
chorei,
chorei muito,
mas chorei mesmo,
deixei cair,
tentando tirar daqui de dentro
a saudade que bateu
desta "velhinha"
que habita um andar superior.
Que saudade mãe,
que saudade......

6 comentários:

Luciana P. disse...

É, Older, essas coisas acontecem mesmo. Aquela sensação de ausência, de falta, de querer ver e poder mais, de sentir no âmago uma dor quente e incômodo.
As lágrimas, de carta forma, nos aliviam, exorcizam a tristeza que dá espaço apenas às lembranças do que foi um dia.
Essas lembranças ainda que suavizem da nossa mente, por certo nunca serão apagadas.


Beijos!
Uma linda semana pra ti!

Vivian disse...

...posso imaginar esta saudade,
porque tbm tenho meus pais
no andar de cima, e embora
acreditando na continuidade
da alma, às vezes queremos
sentí-los fisicamente.

aí bate a saudade doída...

beijo, querido!

Pena disse...

Notável Poeta Amigo:
"...Me bateu uma tristeza,
agora a noite,
chorei,
chorei muito,
mas chorei mesmo,
deixei cair,
tentando tirar daqui de dentro
a saudade que bateu
desta "velhinha"
que habita um andar superior.
Que saudade mãe,
que saudade......"

Tem sentimentos extraordinários e puros, Gigante Amigo.
E, isso, não fica mal a ninguém.
Parabéns sinceros sobre a sua sensibilidade que comove.
Abraço forte de respeito imenso.
Sempre a estimá-lo e a considerá-lo como um vulto enorme da Blogosfera.
Com admiração

pena

Bem-Haja, precioso e genial poeta amigo.
OBRIGADO pela sua amabilidade no meu blogue.
Adorei!
MUITO OBRIGADO!

Ava disse...

Beijo no teu coração...

Paz na tua alma....

Boa semana para voce!

Wanderley Elian Lima disse...

Meu amigo, sem comentário.
Força sempre.
Abração

Tânia Saj disse...

Dizem que o tempo faz a gente esquecer...cura feridas.
A dor pode diminuir, mas a saudade parece que cresce a cada dia.
Meu consolo é que voltaremos a ver, um dia, as pessoas queridas (segundo o que acredito).
Mas a saudade dói....muito!
Beijinhos