terça-feira, 25 de março de 2014

Onde está a poesia




Onde está a poesia,
Que há pouco aqui estava.
Foi-se embora na folia,
Enquanto distraído te abraçava.

Levou todo meu prazer,
Só deixando desarmonia.
Poesia para se ter,
É preciso fantasia.

E lá foi ela embora,
Se divertir  por ai.
Foi pelo mundo afora,
Vai dançar até cair.

Pode ser um dia,
Que ela resolva voltar.
Trará muita alegria,
E voltará em mim habitar.

Poesia não se encante,
Com as coisas deste mundo.
Este mundo é dominante,
E você vem em segundo.

Não se engane minha amiga,
Eu bem que te avisei.
Poesia és sempre bem vinda,
No coração que desejei.



Um comentário:

brisonmattos disse...

Eu quisera que você vivesse em poesia todo dia.
A poesia do abraço, dos olhos nos olhos e do beijinho a cada amanhecer.
Eu nunca vou deixar de acreditar que isso é possível.