terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Sem pressa




Só me ame devagar,
sem a pressa cotidiana.
Feche os olhos e vem me dar,
um amor que não me engana.

Vem sem pressa,
vem sem medo.
Amanhã não interessa,
não vamos acordar cedo.

Vem dormir nos meus sonhos,
acordar bem do meu lado.
Nenhum acordo eu proponho,
somente nós sermos amados.

Nos deixarmos por um tempo,
viver tudo o que não podia.
Sem choro e sem lamento,
só se iludir na fantasia.

E depois de acordados,
dizermos sim, Bom Dia !
Com o corpo extasiado,
e na alma alegria.

Sorriríamos pela dia,
sem ninguém saber por quê.
Só nós dois na ironia,
sorríamos de prazer.


2 comentários:

brisonmattos disse...

cuidado pra não cair da cama de tanto sonhar.

Um Certo Vestido Azul disse...

Só Ela e Ele?
Hummm, isso num ia prestar!