quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Enjaulado coração



Vou  prender meu coração,
Em uma gaiola dourada.
Se ficar com ele na mão,
Ele foge em disparada.

Quer correr pra todo lado,
Quer cantar toda cantiga.
Ele não sabe ficar parado,
Quer se declarar para quem o siga.

Ele anda só andando,
O que não havia perdido.
Nas ladeiras vai buscando,
Uma amor tão incontido.

E leva a alma junto,
Deixando o corpo sozinho.
Não procura nem assunto,
Vai buscando o seu ninho.

Ô coração danado,
Que não para pra pensar.
Só te mantendo enjaulado,
Para não me machucar.

Nenhum comentário: