sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Poderia ser.





Poderia ser um poema morto.
Poderia ser um poema sem nome.
Poderia ser um poema torto.
Poderia ser um poema que some.

Poderia ser um poema mudo.
Poderia ser um poema calado.
Poderia ser um poema surdo.
Poderia ser um poema travado.

Poderia ser um poema que respira.
Poderia ser um poema dolorido.
Poderia ser um poema que alicia.
Poderia ser um poema de amigo.

Poderia ser um poema azul.
Poderia ser um poema de domingo.
Poderia ser um poema de Cabul.
Poderia ser um poema de respingo.

Poderia ser um poema maltratado.
Poderia ser um poema de amor.
Poderia ser um poema retratado.
Poderia ser um poema com flor.

Poderia ser um poema juvenil.
Poderia ser um poema de indecisão.
Poderia ser um poema infantil.
Poderia ser um poema do não.

Poderia ser o poema do ano.
Poderia ser o poema da vida.
Poderia ser o poema do engano.
Poderia ser um poema da partida.

Poderia ser um poema para aprender.
Poderia ser um poema para colorir.
Poderia ser um poema para você.
Poderia ser um poema para  sorrir.

Poderia ser um poema qualquer.
Poderia ser um poema de solidão.
Poderia ser um poema da mulher.
Poderia ser um poema do coração.

Nenhum comentário: