domingo, 12 de janeiro de 2014

Enganação





Com a vó atrás do toco,
Como dizem lá em Minas.
Vou vivendo muito pouco,
Sem o amor de uma menina.

É tanta coisa que passa,
Que vai levando tudo junto.
Por mais que força se faça,
Só faz parte do conjunto.

Leva tudo de roldão,
Destruindo o que ficar.
Parece até um furacão,
Que nasceu para soprar.

A preocupação constante,
Domina até o que não tem.
Mas tem de ser levar adiante,
A vida nos faz refém.

É necessário bom humor,
Mesmo por dentro triste.
Afinal é o enganador,
Quem mais na vida resiste.

Então sigamos assim,
Enganando o enganado.
Eu engano a mim,
Você engana o resultado.

Nenhum comentário: