segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Ela sabe






Ela sabe que eu quero,
que não seja com ninguém.
Desejar o que espero,
do amor que é do meu bem.
Derramar amor gostoso,
De um jeito meio louco,
Me entregar para uma vida,
De amor e fantasia.
E talvez sem despedida,
Ir ao ponto de partida.
Escalar sem preconceito,
O seu corpo no meu leito,
Ao seu lado eu me deixo,
Mesmo fora do meu eixo.
Ela sabe que eu quero,
que não seja com ninguém.
Me levar por onde cego,
ir mais fundo, ir além.
Começar tudo de novo,
Nem brigando por tampouco.
Só vivendo a harmonia,
Da mão que acaricia,
Espalhando esta magia,
Que é de mim não esquecia.
De encanto noite e dia,
Esquecendo a covardia,
Só tocando em harmonia,
No amor que existia
nesta nossa fantasia
e que não é de mais ninguém.

Nenhum comentário: