terça-feira, 21 de janeiro de 2014

A Ti






A ti não vou amar,
Pois não teria graça.
O amor pode acabar,
E é ai tudo que passa.

A ti terei paixão,
Como forma de viver.
Se morrer no coração,
Não preciso reviver.

A ti serei para sempre,
Uma maneira de gostar.
Especial, como nunca se sente,
Como uma forma de se entregar.

A ti como o sol brilharei,
Para teu coração aquecer.
De quem jamais esquecerei,
E que ao teu lado quero ser.

A ti, e somente a ti,
Dedicarei o meu amor.
Até o dia em que partir,
Seja lá para onde for.

Então a dedicação findará,
Ficará somente a história.
De um amor que não dará,
Sossego em nossa memória.

Nenhum comentário: