sábado, 1 de novembro de 2014

Não o faça







Não me coloque lágrimas,
Quando me destes o sorriso.
Não me vire a página,
Quando faço parte do livro.

Não me faça morrer,
Quando a dor não se vai.
Não me faça sofrer,
Quando o carinho esvai.

Não me faça cair,
Quando a mão eu te dou.
Não me faças sumir,
Quando o amor eu sou.

Não me coloque algemas,
Quando livre não posso ser.
Não me coloque o que temas,
Quando cego não posso ver.

Não me solte pelo mundo,
Quando o meu caminho tiraste.
Não jogue tão no fundo,
Quando a luz já apagaste.

Um comentário:

brisonmattos disse...

a palavra não, é sempre temporária.
Pra mim ela não é definitiva.
bom sábado,pricocó.