sábado, 29 de novembro de 2014

Meu amor, por você, não morre








É melhor ter tido,
do que nunca o ter.
Mesmo que tenho ido,
não se vai esquecer.

Viver das memórias,
que não estão empoeiradas.
Lembrar desta história,
é voar de madrugada.

Mesmo sem asas ter,
sobre montanhas vou voando.
Esperando poder te ver,
pela rua passeando.

E passar só ao teu lado,
Como sombra que alivia.
E voltar admirado,
Da beleza que contagia.

Me perdoar de coisas tolas,
Que eu fiz sem um querer.
Reviver as horas boas,
Que eu tive com você.

Sem poder tirar de dentro,
O que foi aqui plantado.
Eu costuro meus remendos,
Neste amor idolatrado.

E mesmo que tenha saído,
Dentro do peito teu.
Em mim nunca foi ido,
Este amor é só meu.

Nenhum comentário: