quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Sendo Gente




Não quero um amor nas esferas,
E nem que ele esteja na lua.
Quero meu amor perto da janela,
Aqui ao lado, na rua.

Ter um amor que flutua,
O vento o pode levar.
Quero meu amor toda nua,
Para que a possa admirar.

Um dia se tem a certeza,
Que este amor te encontrou.
No outro se perde a leveza,
Pois o vento seu amor levou.

A gravidade te cola no chão,
Você não consegue levantar.
A únicas resposta é um não,
Nada mais há para escutar.

O tempo mostrará,
Que um amor assim,
não vai te levantar,
mas vai te levar para o fim.

Não procure um amor maior,
Um que seja diferente.
Encontre um amor melhor,
Que te faça se sentir gente.

Um comentário:

Majoli disse...

Oi Older, lindos versos.
Amei esse finalzinho, realmente não devemos procurar um amor maior e sim um melhor, que nos complete e nos faça sentir gente.
Lindo isso!
Beijos com carinho.