sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Vida Bela

Preciso escrever,
Ocupar toda a mente.
Tentar tudo esquecer
E olhar só para frente.

A vida é por demais bela
Nós é que a estragamos.
Criamos uma fotonovela
Naquilo que sempre sonhamos.

Deixemos a vida como está,
Nada mais a surpreender.
Nada poderemos mudar,
Nada poderemos fazer.

Sorria, cante,
E se mostre sempre feliz.
Seja muito esfuziante
Para este eterno aprendiz.

Agradeçamos todos os dias,
Seja lá prá quem for,
Por ter a primazia
De viver um pouco de amor.

Olhe o sol.
Admire a lua.
Não mergulhe em formol,
Seja leve, como pluma.

A vida é por demais bela,
Já disse, e repito.
Vamos pintá-la como aquarela,
Não vamos vivê-la no pito.


Um comentário:

Renata disse...

E entao?

Comemorou-se como deveria ser?

Vamos, acorda, que a vida chama, e hoje ja eh outro dia!

Um outro dia...de sentir alegria

Bom dia!!!!