domingo, 22 de agosto de 2010

Magia

Muita luz,
muita energia.
Muito amor no peito
Muita falta de companhia.

Muito choro,
Muito lamento.
Muito consolo,
Muito tormento.

O tempo passa devagar,
Para fazer a alma mais sofrer.
Só distancia a aumentar,
Assim como a vontade de te ver.

Ando sem rumo na rua,
Pela manhã todos os dias.
Cansando o corpo e a alma nua,
Sem você, sem alegrias.

Quisera poder um dia,
Com amor e muita magia,
botava você colo
e pelo mundo corria.

Fugia,
Me escondia,
E neste novo mundo de fantasia,
..... Viveria.


Um comentário:

Majoli disse...

Oi meu querido Older, espero de coração que estejas bem.
Também eu quero viver essa Magia tão bem descrita em teus versos.

Seja feliz meu amigo, e muito.
É o que desejo de coração pra você.
Beijos com carinho.