domingo, 22 de julho de 2012

Cansaço




Ando cansado,
Cansado demais de quase tudo.
Dormindo ou acordado,
Parece que sempre está tudo escuro.

Que esta onda passe logo,
A vida é boa prá valer.
Aos deuses eu imploro,
Renova o  meu viver.

Retira o cansaço da alma,
O meu corpo refrigera.
Dá-me um pouco de calma,
Transforma toda esta quimera.

Seria muito fácil,
Que ao estalar de dedos.
O ruim não fosse  prefácio,
E a história não fosse de medos.

Cansado, pela vida me arrasto,
Com todo o peso possível levando.
Este será só mais um lastro,
Que estarei do peito arrancando.

Não levo culpas,
Levo o pesar da perda.
Só peço a todos desculpas,
Antes que enfim desapareça.


Nenhum comentário: