sexta-feira, 13 de junho de 2014

Minha terra





Minha terra nunca viu o mar,
Vive cercada de montanhas.
Tem muitas histórias para contar,
Cada uma, uma façanha.

Tem comida muito boa,
E paisagens tão belas.
Minha terra tem seus loas,
E também as suas feras.

Tem quem perdeu a cabeça,
Tem quem compôs sem juízo.
Tem um que de tristeza,
Mas um  “que” de paraíso.

Minha terra tem minérios,
Como em nenhum outro lugar.
Minha terra tem mistérios,
Que arrepia no contar.

Minha terra não existe,
Nem se querendo inventar.
Minha terra não é triste,
Ela é repleta de bar.

Onde a noite se afoga,
De beber com a saudade.
Onde a lágrima sufoca,
Um tantinho de verdade.

E vai longe pensamento,
Te trazendo só para mim.
E então neste momento,

Minha terra não tem fim.

Nenhum comentário: