quarta-feira, 18 de junho de 2014

Meu coração




Meu coração não é pouco,
vive sempre a passear.
Vive em um mundo muito louco,
está sempre a voar, a voar.

Vai a lugares distantes,
que nunca saíram de perto.
Quer viver como era antes,
de tudo com peito aberto.

Passeia até se perder,
e não achar caminho de volta.
Você precisa só ver,
como ele se comporta.

É um ser independente,
impossível controlar.
Não vê tudo pela frente,
só o que ele imaginar.

Ele não tem pernas,
e braços também não tem.
Ele tem asas eternas,
e voa como ninguém.

Meu coração não se cansa,
desta vida que escolheu.
Ter seu sonho de criança,
e amar o que o prendeu.



Um comentário:

brisonmattos disse...

Ah que lindo esse seu coração!