sábado, 30 de outubro de 2010

Como?

Como é possível ter paz?
Se a alma não sossega.
Se o coração dispara,
Cada vez que me falais.

Como é possível viver?
Se tua figura fugidia,
Teima em se esconder
Na solidão da selva vazia.

Como é possível amar?
Se teima em brigar,
Discorrer o improvável,
Discutir o que não vê.

Como é possível sonhar?
Se só tens o pés no chão
E um par de asas
não quer usar.

Como será possível sobreviver?
Este amor caloroso,
Esta desatino de louco,
Se na troca há tão pouco.

Como?


Nenhum comentário: